Não é novidade nenhuma que os Lençóis Maranhenses é considerado um dos destinos mais bonitos do país. Mas poucos sabem que o cenário fica mais ainda exuberante entre os meses de junho e setembro, período em que as lagoas estão completamente cheias.

A porta de entrada para o paraíso, que é protegido pelo status de Parque Nacional, é pelo município de Barreirinha. Porém, a melhor maneira para conhecer os principais cartões-postais dos Lençóis, além de outros recantos pouco conhecidos, é mesmo através das agências de turismo. Pois para entrar na reserva, por exemplo, é necessário o acompanhamento de um guia credenciado.

Já para se chegar às lagoas Azul (uma enorme piscina azul que faz jus ao nome) e Bonita, que exige a escalada de uma duna de 40m de altura, ou simplesmente andar pela região, que é cheias de trilhas de areia e rios, somente em veículos com tração nas quatro rodas, como os Jipes, ou então de barco.  Só assim os turistas podem conhecer os povoados vizinhos, com as atrações menos exploradas e mais inesquecíveis.   

A boa notícia é que no final de tudo esses sacrifícios com o transporte e mobilidade são totalmente recompensados pelos banhos refrescantes, pelas paisagens únicas e principalmente pelo pôr do sol em meios aos montes de areia.  

Fica a dica!   

Por Thaís Cortez 


Um lugar literalmente bonito por natureza, suas lagoas, suas dunas. Todo o complexo chamado de Lençóis Maranhenses abrange três municípios chamados Barreirinha, Humberto de Campos e Primeira Cruz. Para chegar lá saindo da capital São Luís são cerca de 3 horas de carro ou van fretada pela MA 402 a Translitorânea.

Outra opção é ir de ônibus da rodoviária de São Luís são 4 horas de viagem. Para quem não quiser ir por terra pode ir de avião bi ou monomotor que também sai da capital maranhense e chega ao destino em cerca de 50 minutos.

A vantagem do taxi aéreo é poder apreciar a belíssima paisagem. Toda a área dos Lençóis Maranhenses possui um parque chamado Parque dos Lençóis. A melhor época do ano para ir ao local é em julho/ agosto, logo após a época das chuvas quando as lagoas estão bem cheias.

Há uma lista explicativa de atrativos do que pode ser feito e visitado lá e também uma lista de hotéis a escolha com endereços eletrônicos e telefones para contato no endereço: goo.gl/cTb2c.

Por Karin Földes


O deserto mais tropical do mundo está no Brasil, no estado do Maranhão, e se chama Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Sua área extensa, que costuma ser comparada à cidade de São Paulo em amplitude, abriga diversas espécies de pássaros e animais.

A paisagem bela e exótica da região tem cerca de 155 mil hectares de dunas altas intercaladas por diversas lagoas verdes e azuis, todas cristalinas – verdadeiros oásis formados ao longo de milhares de anos pela ação da natureza. As mais conhecidas são Lagoa Bonita, Lagoa Azul, Lagoa da Esperança e Lagoa do Peixe.

A temperatura média de 26ºC e chove principalmente entre os meses de janeiro a junho. Os ventos garantem a movimentação das dunas por cerca de 20 metros ao ano, criando sempre paisagens diferentes.

A principal entrada para os Lençóis Maranhenses é Barreirinhas, cidade que está a 272 km de São Luís e tem ótima estrutura de hospedagem e serviços.

Os melhores passeios estão em Atins (localizado em uma das extremidades do parque) e Santo Amaro (cidade a 100 km de Barreirinhas).

Dicas de hospedagem:

Pousada Murici

Pousada do Rio

Por Lucieny Prado


Patrimônio Cultural da Humanidade, São Luís do Maranhão, é uma cidade que além de valor histórico, abriga também belezas naturais, praias, uma vida noturna agitada, lojas, restaurantes e um povo muito receptivo.

Praias como a do Calhaue do Meio, são de coloração turva, mas apresentam a água limpa. Vale visitar a praia da Ponta d'areia, que mesmo poluída, oferece a opção de uma boa caminhada.

Quem quer tomar banho de mar, pode seguir até o município de São José do Ribamar, que fica a 30 km de São Luís, e encontrar a praia de Araçagi, um local tranquilo que servem comida típica em seus quiosques.

Para conhecer a história do Brasil, visite a Igreja Nossa Senhora da Vitória, conservada desde 1629 e a mais antiga da cidade.

Onde ficar:

O Quality Grand São Luís Hotel é considerado um dos mais confortáveis dentre os hotéis, para se hospedar, o turista terá que desembolsar a partir de R$ 289.80 pelo casal.

Juliana Alves





CONTINUE NAVEGANDO: