As praias de Ilhabela, distante 210 km de São Paulo, são os pontos turísticos mais visitados, oferecem paisagens formadas por encantadores riachos e são geralmente acessadas por trilhas. Oferecem também a prática de diversos esportes náuticos.

Praia da Fome é uma delas e seu nome tem origem da época da escravatura, quando o local servia para o comércio de escravos. A Praia do Sino reserva outras histórias, é constituída por rochas e na areia  encontram-se coqueiros, as águas são calmas.

A Praia da Guanxuma é bem pequena e aconchegante, tem acesso restrito, através de trilha, e é ideal para mergulhar, pescar e se refrescar em suas águas. Quem gosta de caminhar vai adorar as trilhas de Ilhabela, que ligam as praias uma as outras, criando paisagens de rara beleza.

Dicas de Hospedagem:

Pousada do Alemão (12) 3894.9290

Pousada Villa Nina (12) 3894.1960

Hotel Real Villa Bella (12) 3896.1288

Paula Cassandra


Morretes, próximo 74 km de Curitiba, é ideal para um passeio romântico, a cidade é bela e bucólica, sendo cortada pelo Rio Nhundiaquara. O rio é cristalino e os turistas poderão apreciá-lo melhor do passeio de bóia-cross, quando também é possível tomar um delicioso banho fresco e mergulhar.

No município de Morretes, o visitante tem a opção de realizar caminhadas, visitar montanhas e ter uma inesquecível vista no Parque Estadual do Marumbi, onde é possível acampar. Além da trilha do Olimpo, de Abrolhos e da Ponta do Tigre, com difícil acesso, o visitante pode escolher trilhas mais tranquilas, como a do Rochedinho e conhecer a encantadora Cachoeira dos Marumbinistas, que tem duas quedas de 25 metros. As piscinas naturais do Rio Taquaral são outro atrativo natural de Morretes.

Hospede-se em:

Porto Real Palace Hotel (41) 3462.1344

Hotel Nhundiaquara (41) 3462 1228

Pousada Ecocatu (41) 3462.1512

Por Paula Cassandra


Quem deseja descansar e conhecer inúmeras cachoeiras vai adorar Brotas, distante 235 km de São Paulo. Para chegar até a queda da Cachoeira Escorregador, o turista precisa seguir uma trilha que margeia o ribeirão, ela é de fácil acesso e termina numa corredeira semelhante a um escorregador, logo em seguida, um poço imenso forma uma exuberante piscina natural.

Para os visitantes que preferem relaxar num local com infraestrutura, o Alaya Centro de Aventuras é um ótimo lugar. O espaço também oferece esportes como mini rafting, rapel e escalada.

Outra opção é conhecer a Cachoeira do Astor, do seu topo com 30 metros, pode-se ter uma linda vista. Já a Cachoeira da Esperanza, com uma queda de 40 metros, é para os visitantes que querem emoção, pois sua trilha é mais selvagem.

Hospede-se:

Hotel Vivenda das Cachoeiras (14) 3653.5638

Pousada Caminho das Águas (14) 3653.2428

Hotel Fazenda Jacaúna (14) 3653.8061

Por Paula Cassandra


Uma opção de viagem diferente é fazer nesse feriado a travessia Borrifos – Bonete, em Ilhabela,  litoral norte de São Paulo. A ilha tem cerca de 85% de sua área coberta por florestas de mata atlântica, sendo repleta de trilhas, rios límpidos, cachoeiras… além de praias lindíssimas, é claro!

O roteiro dessa travessia exige um certo preparo físico, já que cerca de 12 km serão percorrido em um único dia, no entanto, as trilhas são bem demarcadas, e percorrem mata fechada e praias.

O pacote inclui transporte fretado, serviço de bordo, seguro viagem, guia turístico, travessia da balsa, pernoite em camping com pensão completa, equipamentos de segurança e de primeiros socorros.

O custo por pessoa para 04 dias/03 noites é de R$948,00 em acomodação single, ou R$897,00 em acomodação dupla. Acesse www.filhosdaterra.com/programacao e saiba mais detalhes!

Só não esqueça do repelente, você vai precisar!

Por Cris Keller


Muitos cenários formam a bela cidade de Caruaru, distante 135 km de Recife. Entre seus pontos turísticos, encontra-se o Parque 18 de Maio, onde ocorrem as feiras do município. Um lugar ótimo para se divertir e passear com a família.

Os atrativos naturais são muitos, as trilhas ecológicas são o destaque de Caruaru. A Trilha da Cachoeira do Nestor inicia na Fazenda Santa Maria e segue até a Cachoeira do Nestor, na sua caminhada, os turistas podem apreciar rochas, cachoeiras e furnas, entre outras formações geológicas.

A Trilha do Açude Aluízio de Azevedo também é formada por lindas paisagens, os visitantes passam por um açude, mata fechada e uma biodiversa vegetação. A Pedra da Torre e a Pedra do Sítio Zamba são outras formações de rara beleza, que devem ser apreciadas pelos turistas.

Algumas sugestões para hospedagem:

Hotel Central (81) 3721.5880

Hotel Bahia (81) 3721.3756

Hotel Nordeste (81) 3722.4092

Por Paula Cassandra


Para quem gosta de aventura, a Chapada Diamantina é o lugar ideal para visitar. O turismo na região composta por 57 cidades, é cercado de aventura ao ar livre, passeios a pé pelas enormes trilhas e muitas paisagens gigantes e maravilhosas.

Vale à pena lembrar que o lugar é cheio de temperaturas contrárias, ou muito frio, ou muito calor e que algumas “frescuras” como banheiros bem construidos e sombra e agua fresca, são difíceis de se encontrar durante os passeios a pé. Nada que as crutas, cavernas e cachoeiras, não compensem.

Alguns dos pontos mais visitados são: Cachoeira da Fumaça, a gruta da Lapa Doce, que podem ser visitadas de van e jipe, passeios que são oferecidos por todas as companhias de viagens, junto aos pacotes de hospedagem. Vale à pena conferir.

Por Susan Mélany


Localizado a 260 de São Paulo, o município de Brotas tem mais de 40 atividades para quem gosta de turismo de aventura. Sem restrição de idade o local permite que pais e filhos divirtam-se sem limite.

O local é confiável pois conta com a ajuda de profissionais treinados e experientes, que conhecem todo o terreno das trilhas para chegar nas cachoeiras e rios. Além disso, novos equipamentos e segurança reforçada são garantidos.

O contato direto com a natureza conforta a quem visita Brotas. A criançada pode brincar de rafting, bóia-cross, cavalgadas e conhecer inúmeras cachoeiras da região.

No endereço www.brotas.com.br é possível obter inúmeras informações sobre o município. Acesse!

Por Rafaela Ometto.




CONTINUE NAVEGANDO: