Para quem gosta de arte, ao visitar Pequim na China, é obrigatório conhecer o bairro de Dashanzi. Conhecido também por 798, o lugar é charmoso pelos seus prédios com tijolinhos de fora, antigas fábricas e instalações.

Com o movimento de estrangeiros e chineses moderninhos, o 798 abriga também cafés e pizzarias. É lá que se encontram as maiores galerias de arte contemporânea de Pequim. Artistas cosmopolitas que usam sua arte como expressão além do idioma. A galeria Ullens Chinese Center for Contemporary Arts uma das melhores da China possui atendimento educativo para visitas, debates de cinema e debates culturais.

Serviços:
Ullens Chinese Center for Contemporary Arts
798, Art District, 4 Jiuxianquiao Lu,
Chaoyang, (8610) 8459-9269 – hhtp://ucca.org.cn

Por Thiane Ferrari


Depois de aproximadamente 32 horas de viagem do Brasil até a China, nada melhor do que um bom hotel para curar o Jet Lag, aquela fadiga causada pela mudança no fuso horário.

Conhecidos por ser um exemplo em eficiência, a rede mundial de hotéis Holiday Inn também tem seu lado oriental.  Localizado no centro de Pequim, o Holiday Inn Central Plaza Beijing fica entre os principais pontos turísticos, entre eles o Templo do Céu próximo a Cidade Proibida.

E não se preocupe com os ideogramas e o idioma complicado dos chineses. Todos os funcionários do hotel falam inglês e estão preparados para atender suas chamadas até mesmo dentro de um táxi, traduzindo por telefone o lugar onde você deseja ir ou te auxiliando a andar de metrô pela cidade.

Serviços:
1 Caiyuanjie, Xuanwuqu
Telefone:  (8610) 8397-0088
www.holidayinn.com.cn

Por Thiane Ferrari


Um estudo feito pelo governo da China, descobriu que a Grande Muralha da China, uma das Sete Maravilhas do Mundo, possui trechos que estavam escondidos. São mais de dois mil kilômetros de barreira a mais do que imaginavam.

Técnicas modernas com o uso de GPS, satélites e raios-infravermelhos, detectaram que a Grande Muralha da China possui 8.851 quilômetros ao invés de 6 mil quilômetros, como acreditavam.

Veja a reportagem do Jornal Hoje sobre a Muralha da China:



A China não tem apenas a maior população do mundo. Possui, também, um território muito vasto, que faz dela o segundo maior país do mundo. E, em um território tão vasto, a variedade climática e de terrenos é grande, fazendo com que o país tenha todo tipo de cenário turístico imaginável, de montanhas e planaltos cobertos de neve a praias tropicais.

Sim, o sul da China tem excelentes praias tropicais, particularmente nas províncias de Guangxi, Guangdong e Hainan. Milhões de chineses (literalmente) se dirigem a elas em todos os verões. Apesar de as praias serem bem organizadas, é bem possível que você vá encontrar isso, em alta temporada:

Bem cheio, não? Mas assim mesmo, vale a visita.





CONTINUE NAVEGANDO: